Dizem as histórias catalãs que, no século XVIII, um bispo, em uma visita surpresa a um convento, recebeu um agrado das freiras: um pudim como sobremesa. Entretanto o pudim ainda estava em preparação, no fogo, e o Bispo impaciente. As freiras resolveram servir assim mesmo, num recipiente de cerâmica e caramelizando o açúcar como cobertura. Ao experimentar, o caramelo ainda estava muito quente, e o Bispo exclamou “Crema!” (Queima em catalão!). Essa é, portanto, a origem do nome desta deliciosa sobremesa catalã.

Ingredientes

1 l de leite

1 e 1/2 colheres de sopa de amido de milho

1 xícara de açúcar

Raspas de 1/2 limão

1 pau de canela

7 gemas

Modo de Preparo

Separar 1 xícara de chá de leite, acrescente as gemas e dissolva nela o amido de milho. Ferver o restante do leite com o açúcar, a baunilha e as raspas de limão. Deixar ferver por 3 minutos e a seguir acrescentar o leite com as gemas e o amido de milho coado. Depois de misturar bem, volte ao fogo até formar um creme, sem parar de mexer.

Dividir em porções, colocar açúcar por cima e, com um maçarico, caramelizar a superfície.